Entrevista: Paulo, presidente da FERJEE, conta um “spoiler” sobre as novidades que a organização vem preparando

A FERJEE, Federação do Estado do Rio de Janeiro de Esportes Eletrônicos, é uma das realizadoras do Rio Esports Forum, e estará presente no evento para compartilhar novidades para o fomento dos eSports no Rio de Janeiro.

Na reta final para o Rio Esports Forum acontecer, o Multiverso+ teve a oportunidade de uma entrevista exclusiva com Paulo Roberto Ribas, atual presidente da FERJEE, que promove o eCariocão no Rio de Janeiro. Confira abaixo na íntegra.

Qual o papel da FERJEE no fomento dos eSports no Rio de Janeiro?

A FERJEE apesar de nova como instituição oficialmente registrada, já tem 2 anos – tem sua fundação em abril de 2016, conta com uma equipe experiente e testada em grandes eventos esportivos, alguns eventos de eSports locais, e até mundiais de esporte eletrônico universitários da Liga mundial da Federação internacional do esporte universitário (FISU).

Nosso papel principal é buscar o desenvolvimento do esporte federado no estado do RJ à luz da legislação brasileira, não se esgotando nisso, fomentando o eSport na base da pirâmide, buscando aumentar o engajamento da comunidade gamer do estado, com a descoberta e desenvolvimento de muitos talentos que não tem a oportunidade de participar de um clube profissional e, até mesmo, no apoio às ligas estaduais existentes que já vêm buscando este mercado.

Como federação, seguimos à risca a legislação brasileira do esporte, formando quadros para uma governança transparente, a qualificação de árbitros (temos na diretoria 1 árbitro com certificação internacional) e os valores da carta olímpica, para ajudar no reconhecimento do eSport como esporte.

O eCariocão como um campeonato estadual, também poderá ser disputado por times universitários?

O eCariocão é um campeonato aberto, ou seja, os times podem ser de clubes e/ou equipes profissionais ou amadoras, formados por atletas onde pelo menos 1 seja residente no Rio de Janeiro. Na verdade, esta foi uma opção inicial para fomentar o eSport, porém no futuro a tendência é de só aceitarmos atletas residentes no estado. Assim, os times também podem ser de uma universidade, porém cabe à Instituição definir se esses atletas a representarão na competição. Os times podem ser amadores, de amigos e até ajudamos atletas isolados a encontrar um time para a disputa.

A FERJEE está preparando alguma novidade para o mercado de eSports fora as competições do eCariocão?

Temos muitos planos, muitos parceiros nos procurando e em breve vamos anunciar nosso planejamento. Mas, como spoiler, posso adiantar que teremos cursos dos mais variados, de arbitragem, de narradores e outros do mercado de games. Também buscamos um local para o ensino e a prática do eSport educacional ou competitivo. Estamos junto com a Confederação Brasileira de Esportes Eletrônicos (CBEE) preparando eventos nacionais, até mesmo presenciais, e aí já estamos pensando em formar as divisões de acesso para 2019, formando as séria A e B, inicialmente, do estado, para as competições nacionais.

O Rio Esports Fórum acontece nessa sexta-feira (27). O Multiverso+ estará presente no evento e trará todas as novidades para vocês, Fiquem ligados!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *